Já se pode subir ao Arco da Rua Augusta (*) (Lisboa)

“A partir de hoje já se pode subir ao Arco da Rua Augusta. A vista é um poema e uma lufada de ar fresco neste dia de Verão” 1
Ainda não tive o prazer de subir ao Arco da rua Augusta, mas em breve o farei e não será a pé mas de elevador. Estou a espera que alguém me pague o presente de € 2,5 (estou a folgar) mas enfim viajantes que tanto amam e divulgam os locais notáveis sempre merecem um docinho.
Depois de sete meses de reparo e de um investimento de cerca de € 950 mil, suportados na íntegra por fundos da Associação de Turismo de Lisboa, o Arco da rua Augusta é visitável; a viagem tem o custo de € 2,5 e pode ser visitada a partir de hoje e vai ser feito por um elevador com capacidade máxima para cerca de uma dezena de utilizadores. Por questões de segurança, levantadas pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, apenas vão poder estar no topo do arco cerca de 35 pessoas em simultâneo.

Arco da rua Augusta

Arco da Rua Augusta

“O arco já lá está há 138 anos, mas é como se fosse novo. Antes estava todo preto, agora as pessoas conseguem ver todos os seus pormenores fantásticos. Temos vários miradouros em Lisboa, mas este permite uma relação muito próxima com a Baixa. A Rua Augusta é como se fosse uma tapeçaria. E parece que estamos no primeiro balcão de uma sala de espetáculos, que é o Terreiro do Paço” são palavras de Vítor Costa Presidente da ATL. O miradouro vai estar aberto diariamente entre as 9h às 19h,
É uma ótima notícia para Lisboa, e para Portugal, que assim terá mais um aspeto positivo na candidatura da Baixa Pombalina a Património Mundial da Humanidade, mas antes e no ano de 2014 ou 2015 teremos a Serra da Arrábida com forte hipótese de obter tal título. Ah e este ano fomos nós coimbrinhas que merecemos tal dádiva.
Créditos Fotográficas e informação suplementar na Cidade pela Ponta dos Seus Dedos. (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>