Ilha da Culatra-Farol (praias) (Faro) (***)

Ilha da Culatra-Farol (praias) (Faro) (***)

Ilha da Culatra

A ilha da Culatra -Farol de Santa Maria é  um paraíso em forma de praia. Repete-se aquilo que já se disse para as restantes ilhas do Parque Natural da Ria Formosa (pode  ler aqui sobre a Ilha de Tavira (***) ou a Ilha de Cabanas (**)). A Ilha da Culatra – Farol,  tem extensos areais de sedimentos finos, mar cálido e tranquilo, que recebe os ventos quentes de leste que fazem deste conjunto de Ilhas do Parque Natrual da Ria Formosa um éden para quem gosta de praia. Geograficamente a  Culatra e o Farol formam uma única ilha, mas anteriormente estiveram separadas por uma barra.
Praia da ilha da Culatra
A nascente da ilha existe um aglomerado de habitações desfigurado que correspondia a um antigo povoado de pescadores, que até há algumas dezenas de anos, era constituído por população piscatória. No Verão a enchente é muita e as condições de veraneio não são as melhores.
Como é vulgar em toda a ria deste parque natural, observam-se mariscadores distribuídos pelos bancos de vaza e utensílios artesanais – nomeadamente os covos e os alcatruzes. As flores dos campos dunares exalem um suave odor adocicado a caril.

Praia Ilha do Farol-Culatra

Se nos deslocarmos na praia da ilha da Culatra um pouco mais para nascente ou para poente, fugindo da aglomeração de veraneantes ficamos, sós no paraíso.
Praia do Farol de Santa Maria
No estremo poente temos outra praia, conhecida por ter um grande farol designado por Santa Maria, e que pode ser visitado ao entardecer, se fizer a reserva antecipadamente no faroleiro. A vista que se alcança é notável (**), com a extensão total da ilha, o aglomerado urbano de Olhão-Faro, o Monte Figo (***), e a ria Formosa com os seus bancos de areia. O farol tem 50 metros de altura cuja luz alcança 25 milhas.
A Barra Nova  ou barra Faro-Olgão separa esta ilha da ilha da Barreta (Deserta) (****), para permitir o acesso aos portos de Olhão e Faro. Esta zona da ilha é o ponto mais meridional de Portugal Continental.
Seguindo para nascente, surge a Praia dos Hangares, onde ainda se encontra um velho bunker e muito arame farpado, legados do tempo em que hidroaviões da Marinha ancoravam nesta Ilha. Existe aqui um pequeno povoado piscatório e de veraneio, voltado para a ria.

Quando se chega ao cais de embarque (vindo de Olhão ou Faro) verifica-se que a ocupação no Verão é excessiva com 3000 pessoas de média, mas o areal e é extenso e, para nascente, a praia vai-se tornando gradualmente mais tranquila e deserta.
O visitante/veraneante pode deslocar-se de barco através de carreiras regulares a partir de Olhão e de Faro, mas também é possível alugar casas na ilha.

Artigos Relacionados

Um comentário Ilha da Culatra-Farol (praias) (Faro) (***)

  1. Pingback: 15 Best Things to Do in Olhão da Restauração (Portugal) – Halting Place

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>