Ponte de Sequeiros (Sabugal) (*)-Uma das mais belas pontes de Portugal

Ponte de Sequeiros

Como são imponentes as pontes fortificadas de Toledo (***), no rio Tejo, ou a Ponte da Ucanha (***) sobre o rio Varosa! Quem vier fazer turismo a raia da Beira Interior, desolada e agreste, mas bela, é obrigatório conhecer a tétrica ponte fortificada de Sequeiros, que de forma inesperada acompanha aquelas em imponência.
A Estrutura da Ponte de Sequeiros
Situada sobre o rio Côa, assente em afloramentos graníticos, é uma das mais importantes pontes históricas do país e encontra-se em bom estado de conservação. Ainda hoje é utilizada pelo tráfego de veículos ligeiros. É suportada por três arcos em volta perfeita, sendo o central de maior diâmetro ladeado por dois talha-mares, tabuleiro em rampa com 51m de comprimento por 5m de largura e parapeito em cantaria. O pavimento é lajeado com continuidade em calçada.
A torre da Ponte de Sequeiros
Uma característica que a distingue das demais é ter  uma torre de planta quadrada com vão em arco pleno e que materializava um dispositivo militar de defesa. A ponte com a sua torre, serviu provavelmente de portagem fronteiriça entre o território Nacional e o Reino de Castela e Leão, antes da assinatura pelo Rei Dom Dinis do Tratado de Alcanices. Mas desta afirmação não temos a certeza.

A Ponte de Sequeiros no Sabugal é uma das mais belas de Portugal
Ponte de Sequeiros

A ponte de Sequeiros juntamente com a Ponte da Ucanha (***) é uma das duas pontes fortificadas existentes no País. De certeza foi (re) construída na idade média, mas a sua raiz poderá ser romana. Prometemos ao leitor amigo numa próxima viagem tentar descortinar silhares almofadados ou vestígios de fórfex para poder remontar a sua origem ao período romano.

A natureza das coisas
Parado no meio da ponte o rio lampeja, revoluteando em marmitas de gigante, as margens eivadas de vegetação ripícola diversa. Não existe silêncio, a corrente líquida ressoa no granito, a evocar lembranças aterradoras, espectros que ali mesmo poderão ter morrido afogados, numa luta desesperada com as águas, clamado em vão que lhe acudissem – quem sabe resquícios de fronteiras que o Homem impõe a si mesmo – ali Castela, acolá Portugal!
Mais um local para um retiro estratégico do mundo, nesta Beira moribunda – quem a salva? À Beira raiana, claro, porque a ponte está para durar mais alguns milénios
Pedido de ajuda ao leitor
Se o leitor já aqui esteve, qual é a sua opinião, a ponte é de origem medieval (o que nos levaria a pureza românica) ou teve na sua origem uma conceção romana?
Localização
Acesso em estrada asfaltada. A partir da EN 324 chegue a Valongo do Côa e ai a ponte está devidamente sinalizada, ou pelo menos a três anos estava, senão, quem tem boca chega a ponte!
Artigo dedicado toda a boa gente do Ribacôa
Boa Viagem!


Ver mapa maior

Please follow and like us:

2 comentários Ponte de Sequeiros (Sabugal) (*)-Uma das mais belas pontes de Portugal

  1. Boa noite
    Gostaria só de referir que a ponde de Ucanha não se encontra no rio Távora mas sim no rio Varosa.
    Parabéns por esta página sobre Portugal.
    Paulo Emanuel

  2. Amilcar Pires says:

    Esta ponte é o cartão de visita da minha aldeia.
    Não sabemos se é do tempo dos romanos ou se só lhe herdou o estilo.
    Sabemos, isso sim, que faz parte da história de Portugal, muito provavelmente já serviu de fronteira com os nosso vizinhos de Leão e Castela. Continua em muito bom estado de conservação e a cumprir a sua missão. Para quem ainda não a visitou deixo-lhe a sugestão de passar por lá, apreciar a natureza ímpar e aproveitar para uma merenda de churrasco à sombra dos freixos e amieiros. É garantia de um dia bem passado, que não esquecerá tão cedo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>