Ponte do Poço de Santiago (Sever do Vouga) (*)- É a ponte de pedra mais alta de Portugal?

3 razões porque deve visitar a Ponte do Poço de Santiago

 

1- É o monumento mais conhecido do concelho de Sever do Vouga

 

2-É uma das mais belas pontes ferroviárias em pedra de Portugal

 

3-Porque pode dar umas boas pedaladas nesta ecopista

O monumento mais conhecido de Sever do Vouga e a sua imagem de marca é a ponte do Poço de Santiago que com o seu enquadramento paisagístico merece o pleno direito de fazer parte deste sítio que homenageia as belezas do património notável de Portugal.
A ponte monumental é um símbolo de identidade de toda a região e foi construída em 1913, teve como projetista Sejourné e como diretor da construção François Mercier.
A ponte do Poço de Santiago tem uma altura de 28 metros. Com o tabuleiro com 165 metros de comprimento, sendo constituída por doze arcos desiguais de volta plena: o arco maior assenta nas margens do rio Vouga, com uma altura de 28 metros e de vão (comprimento da base) 53 metros, enquanto que os restantes arcos são mais pequenos e alguns deles concordam diretamente no arco principal. Já lemos algures que esta é a ponte em Pedra mais alta do País, talvez, se o leitor amigo conhecer uma maior agradecia que me indicasse qual é.

ponte do Poço de Santiago sobre o rio Vouga no concelho de Sever do Vouga

Ponte do Poço de Santiago

A ponte insere-se num recanto natural que outrora seria paradisíaco, mas que após os incêndios de que toda a região tem alvo, foi enxameada de eucaliptos e mimosas, mas existindo ainda algumas folhosas e arvoredo ripícola que tentam resistir as malfadadas infestantes.
Na Ponte do Poço de Santiago passava o Vouguinha que ia ele, ia ele a caminho de Viseu
Para além das suas particularidades estruturais, esta ponte tem também um significado histórico. Por ela passava o “Vouguinha”, amorável nome dado ao comboio a vapor que circulava na Linha do Vale do Vouga. Esta linha férrea de bitola reduzida fazia a ligação entre Aveiro e Viseu. Em 1972, os tradicionais comboios de máquina foram substituídos por automotoras a substituição também esteve relacionada com a ocorrência de incêndios florestais, alegadamente provocados pelo comboio a vapor. Em 1990 a linha entre Aveiro e Viseu foi encerrada, tornando-se Viseu a primeira capital de distrito portuguesa a deixar de ser servida por caminho-de-ferro. Toda a gente conhece a ingénua canção “indo eu indo eu a caminho de Viseu…” e que muito provavelmente estaria relacionada com o nosso “Vouguinha”.

Felizmente a ponte do Poço de Santiago foi preservada e é hoje faz parte de uma ecopista com cerca de 6 quilómetros inaugurada em 2007. Com início no edifício da antiga Estação da Paradela, a Ecopista segue sempre paralela ao Rio Vouga e à EN16 até pouco depois da foz do Rio Mau, no Lugar da Foz.
Referências adicionais: Aventuras nas linhas férreas.


Artigos Relacionados

3 comentários Ponte do Poço de Santiago (Sever do Vouga) (*)- É a ponte de pedra mais alta de Portugal?

  1. Boa tarde. Estou a responder em relação ao V. comentário da “ponte em pedra mais alta de Portugal”. Não conheço pessoalmente a da V. imagem mas, pela observação que fiz da foto, acho que perde o título para a ponte ferroviária, que está na margem esquerda do rio Côa, junto ao apeadeiro de Castelo Mendo, na linha de V.Formoso/Guarda. Gostava de enviar umas fotos, mas não vejo local para isso.

    • Eduardo Martins says:

      De acordo com a informação acima, a Ponte de Santiago não é destronada pela ponte sobre o Côa. São o 28m (na realidade são 28,5m de acordo com o SIPA) contra os 27m da ponte sobre o Côa. Vamos ver se aparece mais alguma…

  2. Vasco Callixto says:

    Visitei há pouco o Poço de Santiago,realmente, um lugar maravilhoso. Quanto à ponte de pedra mais alta de Portugal, sobre a divergência entre a ponte do Poço de Santiago e a ponte sobre o Côa, será esta última a mais alta, segundo me informou a antiga CP, mas com uma diferença apreciável.
    Gostaria que os comentaristas anteriores se pronunciassem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>