Portal Manuelino do Palácio dos Duques do Cadaval (Olivença) (*)

Passear em Olivença torna-se bastante cómodo, porque a partir do Palácio da Arteaga (que é um magnífico alojamento turístico no casco histórico) pode passear em poucas dezenas de metros e encontrar todos os locais notáveis.
Vamos então começar pela porta manuelina do Palácio dos Duques do Cadaval que é um belo exemplar deste estilo tão lusitano.
A designação é errada porque desde sempre foi a Câmara Municipal (ayuntamento) e nunca foi pertença dos Duques do cadaval, apesar de estes terem sido os alcaides de Olivenza durante um longo período.

O portal manuelino radiado é do princípio do século XVI e é um dos símbolos identificativos de Olivença. É constituído por colunas naturalistas com elementos vegetalistas e aves (a denunciar já algumas características da renascença) de qualidade; arco polilobado com origem muçulmana ou pelo menos provinda do oriente cuja simbologia parece remeter para o Mundo ou para o Céu que é formado por diferentes partes, ou seja lóbulos; esferas armilares como símbolo das conquistas ultramarinas portuguesas; Cruz de Cristo (símbolo da Ordem de Cristo); no motivo central está o brasão das armas portuguesas e o escudo de Olivenza constituído por uma torre e uma oliveira. As traseiras deste belo edifício dão directamente para a muralha medieval. E agora amigo leitor sigam para o monumento mais notável de Olivença - a igreja de Santa Maria Madalena (***) uma das mais belas do estilo manuelino em Portugal…e em Espanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>