Serralves (Porto) em Festa” dias 5 e 6 de Junho

Vou tentar ir a Serralves neste fim-de-semana, e ainda por cima será gratuito. Aceito a critica de que temos estado um pouco afastados aqui no turismo de Portugal dos museus e dos centros de arte contemporânea. Para ultrapassar esta lacuna ainda nesta semana colocarei um artigo sobre o Museu de Arte Moderna de Elvas (*).
“A sétima edição do Serralves em Festa, apresentada hoje, segunda-feira, no Porto, promete ocupar e reinventar os espaços do museu durante 40 horas, com mais de 90 eventos e 250 momentos de apresentação.
O evento, que se realiza a 5 e 6 de Junho, entre as 8 horas de sábado e a meia-noite de domingo, terá na sua programação momentos relacionados com a arte contemporânea, a música, a dança, o teatro, o cinema ou a fotografia.
Para João Fernandes, director do museu de Serralves, o grande destaque da programação da sétima edição do festival é o tributo a James Brown, feito através dos Burnt Sugar The Arkestra Chamber, que pela sua “forte componente soul” é “um verdadeiro luxo” que Serralves oferece ao seu público.  
Também a actuação da Orquestra Jazz do Hot Club mereceu destaque por parte do director do museu: “É a nossa homenagem à mais antiga big band nacional, um clube de jazz que perdeu o seu espaço, mas que continua a dinamizar a sua banda”.  
O circo contemporâneo merece outra vez um lugar especial nas 40 horas non stop de Serralves até porque, de acordo com João Fernandes, a apresentação de “Shoot the Girl First”, da companhia francesa Le Nadir, representa a última parceria com escolhido por Isabel Alves Costa, “que soube trazer ao Porto o que de melhor se faz no mundo na área de circo e marionetas”.  

A colaboração com o FITEI, o espectáculo infantil “Pig” da Whalley Range All Stars, que segundo João Fernandes é “uma das maiores companhias inglesas”, e o projecto “Vale” de Madalena Victorino são as outras estrelas da programação do “Serralves em Festa”.  
A “programação ambiciosa” do evento, que segundo João Fernandes marca já uma data no calendário e a abertura não oficial das festas da cidade, tem prevista a realização de 93 eventos, protagonizados por mais de 600 artistas.  
“O Serralves em Festa é uma festa que se tornou num evento único de conjugação de programação contemporânea e da festividade do público”, reconheceu o director do museu, aproveitando a ocasião para realçar o forte acolhimento por parte do público, que tem aumentado de número nas últimas edições (no ano passado estiveram em Serralves cerca de 80 mil pessoas)”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>