TERMALISMO – UMA NOVA FORMA DE ESTAR

APOIAMOS E FACILITAMOS AS VISITAS E ESTADIAS NAS TERMAS DE PORTUGAL

Uma das áreas em que Portugal ainda pode melhorar turisticamente – ainda mais, por atrair turistas para áreas despovoadas, mas cheias de encantos  – é o Termalismo.

Portugal, devido às suas condições geológicas, com a existência de falhas profundas, é um dos países mais valiosos em relação ao Termalismo. Por exemplo, uma área onde existem maiores nascentes minero-medicinais relaciona-se com uma gigantesca falha que levanta as Montanhas Ocidentais Portuguesas (Larouco, Barroso, Padrela, Marão e Alvão – a norte do rio Douro, e a sul, Montemuro, Maciço da Gralheira (no qual se inserem as serras da Freita, Arada e Arestal) e serra do Caramulo. Aqui existem diretamente nascentes termais que comprovadamente fazem bem e ajudam a curar e a prevenir doenças várias. Eis algumas de norte para sul: Chaves, Vidago, Carvalhelhos, Pedras Salgadas, Caldas de Aregos, Carvalhal, São Pedro do Sul, Felgueira, Sangemil e Alcafache.

Em outras regiões, também existem termas valiosíssimas que já eram usadas pelos romanos, como “águas” para lazer, cura e transformadas em locais de culto transcendental. SPA pode corresponder às seguintes mensagens: «salus per aquam», que significa «o bem-estar físico por intermédio da água»; «salutem per aquam», que significa «chegar ao bem-estar físico por intermédio da água»; «sanus per aquam», que significa «a saúde pela água», ou «sanum per aquam», que significa «chegar à saúde pela água».

Temos tratamentos termais para uma grande variedade de doenças, tais como as do  Sistema Respiratório, de pele, Sistema nervoso, Doenças Músculo-Esqueléticas e sequelas de Traumatismos Osteo Articulares, Sistema digestivo, Doenças do Aparelho Circulatório, anemias, enfim…não esquecendo o bem que nos faz à alma e ao espírito toda esta envolvência, e por isso, indiretamente, também nos ajuda na mitigação de doenças do foro psiquiátrico.

No Minho, temos Melgaço, Gerês ou Monção; na Beira Litoral, São Jorge, Bicanha, Curia, Luso, Vale da Mó, Caldas da Rainha, Monte Real… ou ainda no interior raiano de Portugal, temos as termas de Almeida, Cró, Longroiva, Manteigas, Penamacor, Unhais da Serra ou Monfortinho…enfim uma riqueza imensa para Portugal.

termas_pedras_salgad1761d072

Dados de 2017, informam que trabalham diretamente em turismo termal, duas mil pessoas. Se apostarmos todos no turismo termal, como um desígnio nacional, cremos que será possível triplicar este valor, não esquecendo ainda o trabalho criado indiretamente.

Somos especialistas em todo este património riquíssimo, porque para além de trabalharmos em património e visitas culturais, foram alguns anos a trabalhar em hidrogeologia.

Se desejar conhecer, ou fazer termalismo associando prazer, tratamentos ou simplesmente lazer, este é também um modo de visitar o património notável material ou imaterial com significado e que envolve cada uma das estâncias termais.

Contacte-nos.

Rita Miguel: tlm 964414597; e-mail rita.portugalnotavel@gmail.com

Carlos Castela: 965556160

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>